top of page
Buscar
  • Foto do escritorRocket Fuel Ads

SEO - Otimização para motores de busca - Quer aparecer na 1.ª página do google quando os seus clientes pesquisam pelos seus produtos ou serviços?


   Illustrative image of SEO - Search engine optimization


O Que é SEO – Otimização Para Motores de Busca?


SEO é a sigla de “Search Engine Optimization” (Otimização para Motores de Busca). Em termos simples, SEO é o processo de melhorar o seu site para aumentar a sua visibilidade no Google, Microsoft Bing e outros motores de busca sempre que as pessoas procuram por produtos ou serviços que vende ou Informação sobre tópicos nos quais tem profunda experiência e conhecimento.

Quanto melhor a visibilidade das suas páginas nos resultados de pesquisa, mais provável é ser encontrado e clicado.

Em última análise, o objetivo da otimização para motores de busca é ajudar a atrair visitantes para o site de forma gratuita.

O SEO, como forma de crescimento o tráfego orgânico, é um trabalho de médio longo prazo. No entanto, se for bem feito, pode trazer resultados incríveis durante vários anos, trazendo visitantes qualificados, com grande potencial para se tornarem clientes, ou uma audiência que continua a regressar.


Neste artigo vamos tentar ajudar a compreender melhor:

  • Como o SEO difere do SEM e do PPC?

  • Porque o SEO é importante?

  • O que é a tríade de sucesso do SEO?

  • Existem áreas especificas de SEO?

  • Como funciona o SEO?

  • As 4 fases essenciais do seu plano de SEO;


Como é que o SEO é diferente do PPC e do SEM?


SEM e PPC são outros dois termos comuns na comunidade de marketing de digital, e são importantes para o ajudar a compreender o que é SEO.


O que significa PPC?


PPC significa pay-per-click (pague por clique) - um tipo de marketing digital onde os anunciantes são cobrados sempre que um dos seus anúncios é clicado.

Basicamente, os anunciantes licitam em palavras-chave ou frases específicas quando querem que os seus anúncios apareçam nos resultados dos motores de busca. Quando um utilizador pesquisa por uma dessas palavras-chave ou frases, o anúncio do anunciante aparecerá entre os resultados principais.

Este tipo de marketing digital tem um custo direto, mas é mais rápido, potencialmente escalável e ajuda a chegar a novos públicos-alvo.


O que significa SEM?


SEM são as siglas das palavras “Search Engine Marketing” o que significa marketing em motores de busca ou de mecanismos de busca - ou, como é vulgarmente conhecido, marketing de busca.

O SEM é um tipo de marketing digital e é um termo abrangente para a combinação de atividades de SEO e PPC destinadas a gerar tráfego através de pesquisa orgânica e paga.

Simplificando, marketing de busca é o processo de ganhar tráfego e visibilidade dos motores de busca através de esforços pagos e não pagos.

Hoje, muitas pessoas usam SEM para se referirem a PPC, esta tendência parece subestimar o SEO. No entanto, o SEO é marketing, tal como o PPC é marketing.


Confuso? Então afinal como se relacionam o SEM o PPC e o SEO?


Então, se pensarmos no SEM ou marketing de busca como uma moeda, o SEO e o PPC são dois lados da mesma moeda - o SEO é o lado não pago, o PPC é o lado pago.

É muito importante nunca pensar nisto como "SEO vs PPC", pois um não é melhor que o outro, são canais complementares. Não é uma questão de "ou um ou outro" - escolha sempre ambos (desde que o seu orçamento o permita).

É por esse motivo que acreditamos que não é bom confundir as coisas, SEM abarca estes dois trabalhos, SEO é trabalho sobre pesquisa orgânica e o PPC o trabalho de pesquisa paga. Cada um tem a suas especificidades, ponto fortes e fracos, mas quando bem executados alimentam-se mutuamente, o PPC vai fazer crescer a pesquisa orgânica e o SEO vai trazer eficiência ao PPC.



Person with cell phone in hand illustrative of SEO - Search engine optimization


Por que é o SEO - Optimização para motores de busca importante?


O SEO é um canal de marketing crítico. Primeiro, e acima de tudo: a pesquisa orgânica gera 53% de todo o tráfego dos sites.

Essa é uma grande razão pela qual se prevê que a indústria global de SEO alcance impressionantes $122 Mil Milhões até 2028. O SEO gera resultados de negócio reais para marcas, empresas e organizações de todos os tamanhos.

Sempre que as pessoas querem ir a algum lugar, fazer algo, encontrar informações, pesquisar ou comprar um produto/serviço - a sua jornada começa com uma pesquisa.

Mas hoje, a pesquisa é incrivelmente fragmentada. Os utilizadores podem pesquisar em motores de busca tradicionais da web (por exemplo, Google, Microsoft Bing), plataformas sociais (por exemplo, YouTube, TikTok) ou sites de retalhistas (por exemplo, Amazon).

Triliões de pesquisas são realizadas todos os anos. A pesquisa é muitas vezes a principal fonte de tráfego para sites, o que torna essencial ser "otimizado para motores de busca" em qualquer plataforma onde as pessoas possam pesquisar pela sua marca ou negócio.

O que tudo isso significa é que melhorar a sua visibilidade, e classificar-se mais alto nos resultados de pesquisa do que a sua concorrência, pode impactar muito positivamente o seu resultado.

O SEO é também incrivelmente importante porque as páginas de resultados dos motores de busca (ou SERPs) são supercompetitivas - cheias de funcionalidades de pesquisa (e anúncios PPC). Funcionalidades SERP incluem:


  • Painéis de conhecimento.

  • Snippets em destaque.

  • Mapas.

  • Imagens.

  • Vídeos.

  • Histórias principais (notícias).

  • Pessoas Também Perguntam.

  • Carrosséis.


Outra razão pela qual o SEO é crítico para marcas e empresas: ao contrário de outros canais de marketing, um bom trabalho de SEO é sustentável. Quando uma campanha paga termina, o tráfego também. O tráfego das redes sociais é, no melhor dos casos, pouco confiável - e uma fração do que já foi.

O SEO é a base do marketing holístico, onde tudo o que a sua empresa faz importa. Uma vez que entenda o que os seus utilizadores querem, pode então implementar esse conhecimento em toda a sua comunicação sejam:


  • Campanhas (pagas e orgânicas).

  • Conteúdo do site.

  • Ou redes sociais.


O SEO é um canal que impulsiona o tráfego que você precisa para alcançar objetivos de negócios (por exemplo, conversões, visitas, vendas).

E o SEO tem também um benefício intangível muito grande, o SEO constrói confiança - um site que classifica bem é geralmente considerado autoritário ou confiável, que são elementos chave que o Google quer recompensar com melhores classificações.


A tríade de sucesso do SEO:


Existem 3 áreas essenciais no SEO, todas elas importantes pois todas podem impactar de forma significativa o seu ranking nos motores de busca, e dessa forma o lugar onde a sua página aparece cada vez que um cliente seu faz uma busca, a estas 3 áreas chamamos a Tríade de sucesso do SEO.


  • SEO Técnico: Otimização dos aspetos técnicos de um site. Tempo de resposta das páginas, identificação e correção de links quebrados ou páginas de erro etc.

  • SEO On-site: Otimização do conteúdo de um site para utilizadores e motores de busca. Descobrir qual o conteúdo que o seu publico alvo anda à procura e servi-lo numa bandeja de prata.

  • SEO Off-site: Criação de ativos de marca (redes sociais, ligações a outros sites, pessoas, marcas, valores, visão, slogans, frases de efeito, cores) e fazer coisas que irão, em última análise, aumentar o reconhecimento e a consciência da marca (ou seja, demonstrar e crescer a sua experiência, autoridade e confiabilidade) e criação de procura.


SEO-Técnico – Afinal o que é a otimização Técnica


Otimizar os elementos técnicos de um site é crucial e fundamental para o sucesso do SEO.

Tudo começa com a arquitetura - criar um site que possa ser rastreado e indexado pelos motores de busca. O objetivo é tornar fácil para os motores de busca descobrir e aceder todo o conteúdo das suas páginas (ou seja, texto, imagens, vídeos). Quais elementos técnicos importam aqui: estrutura de URL, navegação, ligação interna, e mais.

A experiência é também um elemento crítico da otimização técnica. Os motores de busca enfatizam a importância de páginas que carregam rapidamente e proporcionam uma boa experiência ao utilizador. Elementos como Core Web Vitals, adaptabilidade a dispositivos móveis e usabilidade, HTTPS e evitar pop-ups intrusivos, todos importam no SEO técnico.

Além disso, serviços de hosting, CMS (sistema de gestão de conteúdo) e segurança do site desempenham um papel relevante no SEO.


ON-Page SEO - Otimização de Conteúdo


Para atrair a audiência certa para o seu site, o seu conteúdo precisa de ser otimizado para duas audiências principais: pessoas e motores de busca. O que isso significa é que você otimiza o conteúdo que o seu publico alvo vai ver (o que está realmente na página) bem como o que os motores de busca vão ver (o código).

Não interprete mal o que dissemos no paragrafo anterior, nunca escreva texto para os motores de busca. O objetivo, sempre, é publicar conteúdo útil e de alta qualidade relevante para o seu publico alvo.

No entanto há coisas especificas, que muitas vezes caem no esquecimento, que tem se feitas para ajudar os motores de busca a compreender o seu website e a classificar e indexar as suas páginas melhor.

Pode fazer isso através de uma combinação de compreensão das vontades e necessidades da sua audiência, dados e orientações fornecidas pelo Google.


Ao otimizar conteúdo para as pessoas, deve garantir que:


  • Cobre tópicos relevantes com os quais você tem experiência ou conhecimento.

  • Inclui palavras-chave que as pessoas usariam para encontrar o conteúdo.

  • É único ou original.

  • Está bem escrito e livre de erros gramaticais e ortográficos.

  • Está atualizado, contendo informações precisas.

  • Inclui multimédia (por exemplo, imagens, vídeos).

  • É melhor do que os seus concorrentes SERP.

  • É legível - estruturado para facilitar a compreensão das informações que está a partilhar (pense: subtítulos, comprimento do parágrafo, uso de negrito/itálico, listas ordenadas/não ordenadas, nível de leitura, etc.).


Para os motores de busca, alguns elementos de conteúdo chave para otimizar são:


  • Títulos.

  • Descrição meta.

  • Tags de cabeçalho (H1-H6).

  • Texto alternativo para imagens.

  • Metadados Open Graph e Twitter Cards.

  • Otimização Off-site.


Off-Page SEO  - Otimização fora do site


Existem várias atividades que podem não ser "SEO" no sentido mais estrito, mas ainda assim podem alinhar-se e ajudar indiretamente ao sucesso do SEO.

A construção de links (o processo de adquirir links para um site) é a atividade mais associada ao SEO off-site. Há grandes benefícios em obter um número diversificado de links que apontem para o seu site a partir de sites relevantes, com autoridade e confiáveis. A qualidade dos links supera a quantidade - e um grande número de links de qualidade é o objetivo.

E como consegue esses links? Existem vários métodos de promoção de sites que criam sinergias com os esforços de SEO. Estes incluem:


  • Relações Públicas: Técnicas de relações públicas projetadas para obter links editorialmente concedidos.

  • Marketing de conteúdo: Algumas formas populares incluem a criação de vídeos, e-books, estudos de pesquisa, podcasts (ou ser convidado em outros podcasts) e postagem de convidados (ou blogs de convidados).

  • Marketing e otimização de redes sociais: Reivindicar a identidade da sua marca em todas as plataformas relevantes, otimizá-la totalmente e compartilhar conteúdo relevante.

  • Gestão de listagens: Reivindicar, verificar e otimizar as informações em todas as plataformas onde as informações sobre a sua empresa ou site podem ser listadas e encontradas por pesquisadores (por exemplo, diretórios, sites de revisão, wikis).

  • Classificações e avaliações: Obtê-las, monitorizá-las e responder a todas.


Conseguimos manter 100% de controlo sobre o conteúdo do site, e as otimizações técnicas, mas isso nem sempre é verdade com off-site SEO. No entanto essas atividades ainda são uma parte chave desta tríade de sucesso do SEO.

Tudo o que a sua marca faz importa, o importante é ela que seja encontrada onde quer que as pessoas possam procurar por ela. Assim, algumas pessoas começam a tentar mudar o nome de "otimização para motores de busca" para "otimização da experiência de pesquisa" ou "otimização de pesquisa em qualquer lugar".



Image of person with tablet in hand illustrating SEO - Search engine optimization


Áreas especificas de SEO


A otimização para motores de busca também tem alguns subgêneros. Cada uma dessas áreas de especialidade é diferente do "SEO regular" à sua maneira, geralmente exigindo táticas adicionais e apresentando desafios diferentes.

Cinco dessas especialidades de SEO incluem:


  • SEO para E-commerce: Elementos adicionais de SEO incluem otimizar páginas de categoria, páginas de produto, navegação facetada, estruturas de ligação interna, imagens de produtos, avaliações de produtos, dados estruturados e mais.

  • SEO Empresarial: Este é o SEO em grande escala. Normalmente isso significa lidar com um site (ou vários sites/marcas) com 1 milhão ou mais de páginas. Normalmente envolve múltiplos stakeholders, e é de implementação muito especifica.

  • SEO Internacional: Este é o SEO global para empresas internacionais - para sites multiregião ou multilíngues - e otimizando para motores de busca internacionais como Baidu ou Naver dependendo do mercado alvo.    

  • SEO Local: Aqui, o objetivo é otimizar sites para visibilidade em resultados orgânicos de motores de busca locais, gerindo e obtendo avaliações e listagens de empresas, entre outros.

  • SEO de Notícias:  Para garantir que entra no índice do Google o mais rápido possível e apareça em locais como o Google Discover, as Top Stories do Google e o Google News, requer a necessidade de entender as melhores práticas para paywalls, páginas de secção, dados estruturados específicos de notícias e mais.


Como funciona o SEO?


Se encontrou esta página através de uma pesquisa no Google, provavelmente pesquisou por “o que é seo” ou “seo”.

Todo o conteúdo que esta página tem, como o texto, os elementos multimédia, os links externos que direcionam para esta página etc. ajudaram este artigo a ganhar uma boa reputação nos motores de busca, o que ajudou a que quando fez a sua pesquisa este artigo aparece-se na sua página de resultados de pesquisa. Acumulou sinais que demonstram ser autoritário e confiável - e, portanto, merece classificar-se quando alguém pesquisa por SEO.

Muitos outros fatores influenciam no funcionamento do SEO. O que se segue é uma visão de alto nível dos elementos de conhecimento e processo mais importantes.


Como funcionam os motores de busca?


Se quiser que as pessoas encontrem o seu negócio através da pesquisa - em qualquer plataforma - precisa entender os processos técnicos por trás dos motores de busca - e depois garantir que está a fornecer todos os sinais certos para influenciar essa visibilidade.

Quando falamos de motores de busca tradicionais da web como o Google, existem quatro estágios separados de pesquisa:


  • Rastreamento: Os motores de busca usam rastreadores para descobrir páginas na web seguindo links e usando sitemaps. Atualmente existem vários rastreadores como o Googlebot, Applebot entre muitos outros.

  • Renderização: Os motores de busca geram a forma como a página vai parecer usando informações de HTML, JavaScript e CSS.

  • Indexação: Os motores de busca analisam o conteúdo e metadados das páginas que descobriu e adicionam-nas a um banco de dados.

  • Classificação: Algoritmos complexos olham para uma variedade de sinais para determinar se uma página é relevante e de qualidade suficientemente alta para mostrar quando os pesquisadores digitam uma consulta.


Atenção que otimizar para a pesquisa no Google é diferente de otimizar para a pesquisa noutras plataformas como o YouTube ou facebook.

Por exemplo no Facebook fatores como a interação (Likes, comentários, partilhas, etc.) e com quem as pessoas estão conectadas importam. No Twitter, sinais como atualidade da publicação para o tema, interações ou a credibilidade do autor são importantes.

E, complicando ainda mais as coisas, os motores de busca adicionaram elementos de IA para análise de conteúdo - tornando ainda mais difícil dizer que “isto” ou “aquilo” resultou em um desempenho melhor ou pior.


As 4 fases essenciais na implementação do seu plano de SEO


1- Pesquisa


A pesquisa é uma parte chave do SEO. É talvez a fase mais crítica pois e a que lhe vai permitir compreender quem é o seu publico alvo, que conteúdo, produtos, serviços e características os seus clientes andam à procura, que concorrentes os estão a fornecer, com que condições etc. E assim encontrar formas de se posicionar com sucesso no mercado.

Algumas formas de pesquisa que melhoram o desempenho do SEO incluem:


  • Pesquisa de audiência: É importante entender o seu público-alvo ou mercado. Quem são eles (ou seja, suas demografias e psicografias)? Quais são os seus pontos de dor? Que perguntas eles têm que você pode responder?

  • Pesquisa de palavras-chave: Este processo ajuda a identificar e incorporar termos de pesquisa relevantes e valiosos que as pessoas usam nas suas páginas - e entender a procura e a concorrência para classificar para essas palavras-chave.

  • Pesquisa de concorrentes: Quem são os seus principais concorrentes e o que estão a fazer? Quais são os seus pontos fortes e fracos? Que tipo de conteúdo estão a publicar?

  • Pesquisa de marca/negócios/cliente: Quais são os seus objetivos - e como o SEO pode ajudá-los a alcançar esses objetivos?

  • Pesquisa de site: Uma variedade de auditorias de SEO pode descobrir oportunidades e problemas num site que estão a impedir o sucesso na pesquisa orgânica. Algumas auditorias a considerar: SEO técnico, conteúdo, perfil de link e E-E-A-T.

  • Análise SERP: Isso ajudará a entender a intenção de pesquisa para uma consulta dada (por exemplo, é comercial, transacional, informativa ou navegacional) e criar conteúdo que seja mais provável de ganhar classificações ou visibilidade.


2 - Planeamento de SEO - Otimização para motores de busca


Numa estratégia de SEO é o seu plano de ação deve ser a longo prazo. É necessário definir objetivos - e um plano em como irá alcançá-los.

Pense na sua estratégia de SEO como um mapa. O caminho que toma provavelmente mudará e evoluirá ao longo do tempo - mas o destino deve permanecer claro e inalterado.


O seu plano de SEO pode incluir coisas como:

  • Definir objetivos (por exemplo, OKRs, SMART) e expectativas (ou seja, cronogramas/marcos).

  • Definir e alinhar KPIs e métricas significativas.

  • Decidir como os projetos serão criados e implementados (interno, externo ou uma mistura).

  • Coordenar e comunicar com stakeholders internos e externos.

  • Escolher e implementar ferramentas/tecnologia.

  • Contratação, formação e estruturação de uma equipa.

  • Definir um orçamento.

  • Medir e reportar sobre os resultados.

  • Documentar a estratégia e o processo.


3 - Criar e implementar


Uma vez concluída toda a pesquisa, é hora de transformar ideias em ação. Isso significa:


  • Estrutura o seu website: Dependendo da estratégia pode ou não ser necessário alterar a sua estrutura, de forma a beneficiar a sua estratégia de SEO.

  • Criar conteúdo: Aconselhar a sua equipa de conteúdo sobre o que precisa ser criado, quando e para onde.

  • Recomendar ou implementar mudanças ou melhorias em páginas existentes: Isso pode incluir atualizar e melhorar o conteúdo, adicionar ligações internas, incorporar palavras-chave/tópicos/entidades, ou identificar outras formas de otimizar ainda mais.

  • Remover conteúdo antigo, desatualizado ou de baixa qualidade: Os tipos de conteúdo que não estão a classificar bem, a conduzir tráfego de conversão ou a ajudar a alcançar os seus objetivos de SEO.


4 – Analisar, avaliar e manter.


O que não medir não pode melhorar. Para tomar decisões baseadas em dados sobre SEO, precisará usar:


  • Analítica de website: Configurar e usar ferramentas (pelo menos, ferramentas gratuitas como Google Analytics, Google Search Console e Bing Webmaster Tools) para coletar dados de desempenho.

  • Ferramentas e plataformas: Existem muitas plataformas que oferecem várias ferramentas, mas também pode optar por usar apenas ferramentas de SEO selecionadas para acompanhar o desempenho em tarefas específicas. Ou, se tiver os recursos e nenhuma das ferramentas do mercado fizer exatamente o que quer, pode criar as suas próprias ferramentas.


Depois de coletar os dados, precisará reportar sobre o progresso. Pode criar relatórios usando software ou manualmente.

O report de desempenho deve contar uma história e ser feita em intervalos de tempo significativos, tipicamente comparando com períodos de relatório anteriores (por exemplo, ano a ano). Isso dependerá do tipo de site (tipicamente, isso será mensal, trimestral ou algum outro intervalo).


O SEO é contínuo

O SEO nunca termina. Os motores de busca, o comportamento do utilizador e os seus concorrentes estão sempre a mudar. Os sites mudam e movem (e quebram) ao longo do tempo. O conteúdo fica desatualizado. Os seus processos devem melhorar e tornar-se mais eficientes.

Linha de fundo: Há sempre algo que pode estar a monitorizar, a testar ou a melhorar. Ou, como Bruce Clay disse: O SEO só estará terminado quando o Google parar de mudar as coisas e todos os seus concorrentes morrerem.





5 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page